Dúvidas comuns a quem precisa fazer a declaração pessoa física e jurídica

Como vocês já viram por aí, está aberta a temporada de entrega das Declarações de Imposto de Renda 2018. Relembrando, deve fazer a Declaração o contribuinte que teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017. Os rendimentos tributáveis são aqueles sobre os quais é preciso pagar Imposto de Renda, tais como salário, férias, pró-labore dos sócios de uma empresa, aposentadoria, pensões, aluguel, dinheiro ganho com prestação de serviço, entre outros…

Mas e no caso do empresário, ele também deve declarar? Sim! Pois além de ser uma pessoa jurídica, com CNPJ, também são pessoas físicas e as declarações devem ser feitas como qualquer outro contribuinte.

Ou seja, além de declarar as despesas e rendimentos, o empresário também deve declarar os recebidos da empresa.  A vantagem é que a declaração é um documento que serve como comprovante de rendimento, podendo ser útil, por exemplo, na solicitação de empréstimos em banco ou de visto para outros países, além de comprovar a regularidade fiscal perante o governo.

Quando uma empresa tem sócios como fica o informe de rendimentos deles?

Neste caso, todos os sócios devem declarar a propriedade e a participação na empresa em suas declarações de pessoa física. É preciso esclarecer a participação de cada sócio na empresa e também descrever as características dos recursos obtidos, sejam eles pró-labore, dividendos, reembolsos, etc.

É importante ficar atento também ao tipo de declaração que se escolherá, se a simples ou a mais detalhada. E também ficar atento a investimentos, como bitcoins, consórcios e outras formas.

Para que não haja dúvidas ou surpresas, o ideal é procurar profissionais capacitados que te ajudem a elaborar sua declaração, com transparência e eficiência. A Contábil Guararapes tem um time de experts à sua disposição. Conte conosco!